COMO CRÊEM OS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ?

FUNDADOR:

Charles Taze Russel – Um ex-presbiteriano apavorado com a idéia da existência do inferno. Fundou o movimento “Estudantes da Bíblia” em 1879, na Pensilvânia, E.U.A., que mais tarde, por volta de 1932, viriam se chamar “Testemunhas de Jeová”. Após a morte de Russel, substituíram-no na presidência da Organização: Joseph F. Rutherford, Nathan Knorr e Fred Franz, pessoas chaves para o formato atual das Testemunhas.



ESCRITURAS:

Tradução do Novo Mundo das Escrituras – Foi o meio que Russel encontrou para apoiar seus ensinos espúrios: ele literalmente “reescreveu” a Bíblia.


Sem conhecimento nenhum de grego ou hebraico, Russel se lançou à aventura desta “nova tradução”. Levou um pastor americano ao tribunal, por ter lhe chamado de “herético”, mas saiu envergonhado do tribunal quando o advogado do pastor pediu que lesse o alfabeto grego, o que ele não pôde fazer!


Além desta bíblia visivelmente adulterada, os Testemunhas de Jeová ainda fazem uso de todas as publicações da Torre de Vigia, sua editora própria, como Despertai! e Sentinela, publicadas quinzenalmente. À estas, as Testemunhas de Jeová atribuem a importância de serem necessárias para a “compreensão exata da Bíblia”...


Se assim fosse, como ficariam os cristãos que viveram os 18 séculos antes do lançamento destas revistas???


DEUS:


Para a Torre de Vigia Deus é uma pessoa cujo nome exclusivo é “Jeová*. Não crêem eles na triunidade de Deus* (Pai, Filho e Espírito Santo, 3 pessoas distintas de uma só essência).


* Os Testemunhas ignoram o fato de que a pronuncia correta do nome de Deus se perdeu através dos séculos, primeiro porque o alfabeto hebraico é constituído de consoantes, segundo porque os judeus deixaram de pronunciá-Lo.


No século VII, porém, um grupo de escribas, visando facilitar a compreensão da língua hebraica pelos povos, acrescentou o que chamamos de “sinais massoréticos”, que são pequenos pontos que indicam o som das vogais a serem pronunciadas em determinadas palavras. Cogitou-se então que a pronuncia do nome de Deus, conhecido como “tetragrama” (YHWH), poderia ser YEHOVÁ ou YAHWÉ, que transliterado para o português seria JEOVÁ ou JAVÉ, mas isto é apenas uma cogitação, ninguém sabe ao certo.


Isto não faz diferença para os que vivem pela fé, pois o Senhor Deus já nos deu um outro nome pelo qual devemos esperar:

“Ela dará a luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados dele.” (Mt 1:21)


“E, no seu nome, esperarão os gentios.” (Mt 12:21)


“Este Jesus é pedra rejeitada por vós, os construtores, a qual se tornou a pedra angular. E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” (At 4:11,12)


“Para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.” (Fp 2:10,11)


** Em relação ao mistério da santíssima trindade, os Testemunhas de Jeová também ignoram que ao criar o homem Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança;” (Gn 1:26) Evidência clara de que a santíssima trindade falava entre si, e não Deus falando com os anjos; pois fomos feitos à imagem de Deus e não dos anjos.


As Testemunhas de Jeová também fazem vista grossa para a explícita manifestação da santíssima trindade no batismo de Cristo “Batizado Jesus, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele.” (Mt 3:17)


Ora, quem pode abençoar senão Deus? O apóstolo Paulo invoca a santíssima trindade ao abençoar a igreja de corinto dizendo: “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.” (2Co 13:13).


JESUS:


Para a Torre de Vigia Jesus é “um deus”. Para sustentar esta heresia, Russel adulterou as Escrituras, mais especificamente o texto do evangelho de João 1:1 que diz:


“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.”


Compare com o texto da Tradução do Novo Mundo das Escrituras:


“No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com o Deus, e a Palavra era [um] deus.”


Substituíram a palavra ‘Verbo’ por ‘Palavra’, acrescentaram o artigo ‘um’ entre colchetes e identificaram nosso Senhor com um ‘deus’ pagão qualquer.


Podemos dizer que a Torre de Vigia cometeu um “crime exegético”, em seu desespero em negar o senhorio e deidade do Cristo de Deus.


Segundo eles, antes de vir ao mundo Jesus era o arcanjo Miguel, outra aberração de afirmação, pois nas Escrituras o arcanjo Miguel se exime em repreender Satanás:


“Contudo, o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda.” (Jd 9)


Por outro lado, lemos nas Escrituras “como Deus ungiu Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele.” (At 10:38)


“E Jesus repreendeu o demônio, e este saiu do menino; e, desde aquela hora, ficou o menino curado.” (Mt 17:18)


Assim como satanás, a Torre de Vigia prossegue em seus devaneios, misturando verdade com mentira para confundir a cabeça dos incautos, pois afirmam que Jeová criou o universo por meio de Jesus e quando Jesus estava na terra foi um homem que viveu perfeitamente. Segundo eles Jesus morreu em uma estaca, não em uma cruz. Porém, é históricamente conhecida a sentença de morte por crucificação aplicada pelos romanos, confirmada pelos escritos originais, mas para as Testemunhas de Jeová... Jesus morreu em uma estaca! Incrível!


Outro absurdo de afirmação em relação ao Cristo de Deus por parte das Testemunhas de Jeová, é em relação a Sua ressurreição, pois afirmam que Cristo foi ressuscitado em espírito e seu corpo foi destruído.


O grande problema desta afirmação é que não há “ressurreição em espírito”! Se alguém ressuscitar é no corpo que ressuscita, pois o espírito é eterno!


Outro grande problema é a afirmação do próprio Senhor quando apareceu aos discípulos:


“Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e verificai, porque um espírito não tem carne e nem ossos, como vedes que eu tenho.”(Lc 24:39)


Prosseguindo em suas afirmações desconexas, as Testemunhas afirmam que ‘o homem Jesus não existe mais’, que ‘Jesus não virá outra vez’(absurdo, absurdo) e que Ele já veio invisivelmente em 1914, em espírito.


Há 2 problemas nesta última afirmação:


1)Jesus não nos revelou data, hora e nem ano de seu retorno... Como sabem os Testemunhas de Jeová que foi em 1914?


2)Se ele veio invisivelmente, como sabem os Testemunhas de Jeová que ele veio? Não foi invisivelmente??


Na batalha do armagedom, todos os que não são Testemunhas de Jeová perecerão... Aqui a Torre de Vigia já revela seu propósito de proselitismo, pois a salvação já deixou de ser por meio de Cristo e passou a ser através do movimento Testemunhas de Jeová, mas a Palavra é clara:



“Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” (Rm 10:13)


ESPÍRITO SANTO:


É a força ativa de Deus, não é uma pessoa. Bem, entendendo que uma pessoa se define como alguém que tem capacidade intelectual, emocional e vontade própria, erram as Testemunhas ao fazer tais afirmações... Pois os textos a seguir mostram a ação voluntária e pessoal do Santo Espírito de Deus:


“quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda verdade.”(Jo 16:13)


“mas o Espírito Santo... vos ensinará todas as coisas...” (Jo 14:26)


“E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção.” (Ef 4:30)


Ora, alguém que guia, ensina, se entristece, não é uma pessoa? Ou será que as Testemunhas de Jeová mudaram até o sentido da palavra pessoa no “Aurélio”, para apoiarem suas heresias?

SALVAÇÃO:


Diferente da afirmação de Cristo que nos ensinou dizendo que “quem crer e for batizado será salvo.” (Mc 16:16) A Torre de Vigia afirma que será salvo quem for batizado como Testemunha de Jeová, devem trabalhar de casa em casa para obter a vida eterna(enquanto Paulo nos ensinou que não é pelas obras Ef 2:8,9) e a entrada no céu será apenas para os 144.000 ungidos, lideranças maiores do Movimento... Sem comentários!


MORTE:


Os 144.000 viverão no céu como seres espirituais. O remanescente dos justos, a grande multidão, viverá na terra e obedecerá a Deus perfeitamente por 1.000 anos. Depois deverão suportar a prova final, quando satanás for solto do poço do abismo.


Aqui vemos uma miscelância de textos maus interpretados e fora de contexto, por exemplo: Os 144.000 de Ap 7 que segundo a própria bíblia diz respeito a 12.000 ungidos de cada uma das doze tribos de Israel é erroneamente interpretada como sendo 144.000 russelitas(seguidores de Russel) que entrarão no céu... Um absurdo!


OUTRAS CRENÇAS:


Reúnem-se aos domingos no Salão do Reino (seu templo); Os membros ativos são instruídos a distribuir ou vender literatura da Torre de Vigia de casa em casa; Uma vez por ano celebram a Refeição Noturna (tipo de santa ceia), só os ‘ungidos’ podem participar; Não comemoram feriados e nem aniversários; Não saúdam a bandeira, não prestam serviço militar, não aceitam transfusão de sangue.


FINALIZANDO:


Teríamos muitas outras coisas e assuntos para expor aqui, tais como: Corpo Governante, a voz de Deus na Terra? Vacinas e Transplantes de Orgãos, por que deixaram de ser pecado? Mas não o faremos para que o estudo não se torne cansativo.


Porém, se houver alguma dúvida, sugestão ou crítica de vossa parte em relação a este estudo, entre em contato conosco através do link “Pr. Aislan” que teremos o prazer de respondê-lo.

*** Espero ter sido útil ***

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário